Publicidade

Orgulho Nerd, Toalha, Mochila, Star Wars... está perdido? Venha comigo!

Apertem o cinto porque vamos fazer uma bela viagem! Mas não esqueçam sua Toalha!

Divulgação Nerdty

Dia 25 de maio foi o dia em que os Nerds escolheram para que de forma muito inusitada lembrarem a todos de que nós nos orgulhamos de sermos NERDS, GEEK, CDFS...

A comunidade Geek/Nerd vem ocupando um espaço muito grande na sociedade e muitos que antes não sabiam que na verdade faziam parte desse mundo, já reconhecem que estão nele há muito tempo.


E porque tudo isso?!

Em 1979, um escritor por nome de Douglas Adams, publicou um livro chamado: “O guia do Mochileiro das Galáxias”, que acabou sendo uma referência para todo Nerd que na época sofria por conta de muitos bullyings, apenas por gostarem de coisas que muitos não entendiam.

Para ilustrar melhor esse sucesso, o livro no seu lançamento vendeu uma média de 250 mil cópias. Esse legado deixado por Douglas, hoje, representa infinitas possibilidades em vários segmentos: literatura, filmes, revistas, vestuário, colecionáveis, séries, games, etc...


O livro é recheado de divertidas referências, como o número 42, que segundo o autor a resposta para tudo, o universo e tudo mais é 42!



Sinopse:

“O guia do mochileiro das galáxias é, sem dúvida, uma das mais criativas e cômicas histórias de aventura jamais escritas. Arthur Dent, um inglês azarado, escapa de um evento dramático - a destruição da Terra -, graças a um amigo de Betelgeuse que, enquanto estava ilhado em nosso planeta, havia se disfarçado de ator desempregado. Arthur se vê arrastado, apesar de seus protestos histéricos, para as situações mais alucinadas nos pontos mais distantes do tempo e do espaço. O que realmente sustenta este livro hilariante, através de sua viagem freneticamente bizarra pela galáxia rumo ao legendário planeta de Magrathea - e além -, é a pergunta profunda sobre o porquê. De onde viemos? Por que estamos aqui? Para onde vamos? Onde vamos almoçar hoje? Além disso, enquanto tenta se entender com as formas de vida mais estranhas, nosso anti-herói descobre a verdadeira história da Terra e a resposta final à grande pergunta da Vida, do Universo e Tudo Mais. No geral, um resultado bastante satisfatório, devo dizer. Mas o que torna a escrita de Douglas Adams tão hipnótica? Além do fato de ser considerado por muitos como "um dos autores mais perspicazes de nossos tempos."

Mas... e a toalha?

No livro esse é um objeto de extrema importância, na verdade a toalha é essencial e seu uso está relacionado a milhares de utilidades. E se você como um viajante das Galáxias estiver com sua toalha, você pode ser considerado alguém que está mais que habilitado para ser considerado um viajante intergaláctico muito bem preparado e prevenido.